EDITORA DOS EDITORES
Product ID: 645
Product SKU: 645
New In stock />
A Justiça Chegou?

A Justiça Chegou?

Destaque Lançamento

Marca: EDITORA DOS EDITORES


Por:
R$ 120,00

ou 12x de R$ 12,39 com juros Cartão Hiper - Vindi
Simulador de Frete
- Calcular frete

Depois de alguns livros editados, todos técnicos, na área do direito, ousamos trazer o universo jurídico para um romance. Sim, uma obra baseada em uma história jurídica real, que tivemos a honra de patrocinar a defesa, mas que tem a proposta – e esperamos ter alcançado esse propósito – de levar ao leitor a via crucis porque passa um profissional médico ao ser processado e julgado em razão de sua conduta profissional. Mais do que isso, proporcionar ao caro leitor, de maneira romanceada, a vida pessoal por trás do jaleco branco.
Em processo judicial, se ganha e se perde, por óbvio. Aliás, alguém irá ganhar e, por conseguinte, a outra parte irá perder. Ou seja, sempre haverá um vitorioso e um derrotado na lide processual, isto é, na ação propriamente dita.


Porém, uma coisa é certa: o profissional da saúde perde tempo e paz ao longo de anos de uma demanda no judiciário, mesmo quando sai vencedor. Nosso objetivo foi dar maior leveza a um assunto tão espinhoso, se é que é possível tal tarefa. Exortar a reflexão de todos acerca dos componentes existentes no pré, per e pós demanda judicial é missão importantíssima, principalmente nos tempos atuais, em que vemos a veemência e o radicalismo das pessoas, para não dizer fúria, em muitos casos do chamado “erro médico”.


A pretensão não é dizer que não existem falhas. Em todo segmento de atividade humana haverá, certamente, aqui ou acolá, problemas de toda ordem. No entanto, não temos dúvida que há, também, e infelizmente em grande proporção, certa direção à judicialização, em inúmeras situações sem filtro ou análise prévia, pensamento que, no nosso entender, está na contramão do espírito de acolhimento, empatia, mediação e conciliação. O Estado, em suas formas de exteriorização, é instituição que deve proteger constitucionalmente a todos. Nesse diapasão, encontra-se, a toda evidência, o poder-dever de dispor de meios eficazes para contribuir com a paz social.


Os nomes aqui foram substituídos, são fictícios, mas a história, como dito alhures, é real. Esperamos que traga a todos, profissionais da saúde em particular, e sociedade em geral, profunda meditação sobre o papel das nossas instituições e de cada ator – paciente, médico, enfermeiro, hospital, advogado, juiz, promotor de justiça, etc – nessa importante jornada em buscar a dignidade da pessoa humana.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

    Confira os produtos