EDITORA DOS EDITORES
Product ID: 731
Product SKU: 731
New In stock />
Usos do Hormônio de Crescimento Humano Recombinante em Pediatria

Usos do Hormônio de Crescimento Humano Recombinante em Pediatria

Marca: EDITORA DOS EDITORES


Por:
R$ 195,00

ou 12x de R$ 20,13 com juros Cartão Hiper - Vindi
Simulador de Frete
- Calcular frete
Louise Cominato;Mário Roberto Hirschheimer

Prefácio
O hormônio de crescimento humano recombinante (rhGH) foi desenvolvido em 1985 e aprovado para usos específicos em crianças e adultos. A disponibilidade e segurança do rhGH trouxe mudanças revolucionárias no âmbito de suas
aplicações e indicações, que seguiram expandindo nos anos seguintes à sua introdução.
Em crianças, seu uso está aprovado para tratar a baixa estatura de causa idiopática, deficiência ou insuficiência de GH, crianças que nascem pequenas para a idade gestacional, bem como o crescimento deficiente devido a uma
série de causas médicas, como as síndromes de Turner, Prader-Willi e doença renal crônica.
Os textos que são apresentados neste Livro – Usos do Hormônio de Crescimento Humano Recombinante em Pediatria – são objetivos, práticos e sensatos, originados de questões clínicas relevantes e apoiados em evidências científicas
de qualidade.
Começa pela avaliação do crescimento, segue com as informações de como prescrever, analisa a deficiência do hormônio de crescimento e se concentra nas principais indicações embasadas pela literatura. Não foram esquecidos a abordagem
na fase de transição, o uso abusivo e os grupos de risco e finaliza com os direitos das pessoas ao tratamento com o rhGH.
O leitor conseguirá ter acesso, por meio destes textos, às informações mais relevantes, desenvolvidas por vinte e seis profissionais altamente capacitados e com grande experiência nos temas abordados e coordenado por dois deles:
Louise Cominato e Mario Roberto Hirschheimer, que dispensam apresentações.
A compreensão das atuais indicações e controvérsias do rhGH pode facilitar a avaliação do paciente e agilizar o encaminhamento para tratamento potencial, por sabermos que a jornada de trabalho da(o) pediatra pode ultrapassar facilmente doze horas diárias e a necessidade de manter-se atualizada(o) quanto às melhores práticas para o cuidado de seus pacientes pode ser escassa e gerar a sensação e a ansiedade que não está fazendo o melhor para as crianças, adolescentes e suas famílias.

Neste contexto, sabemos que os desafios são enormes e os conhecimentos destes temas são fundamentais e muito bem-vindos.

Desejo uma boa e proveitosa leitura!
Renata D Waksman
Presidente da Sociedade de Pediatria de São Paulo

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

    Confira os produtos